terça-feira, 14 de outubro de 2008

Tchê bagual...





E mais uma vez fecha o tempo entre os bigodudos do MTG e o bicharedo...

Agora o que vem incomodando os patrões de CTGs pelo Rio Grande afora é um fato que ocorre desde que o mundo é mundo, e nunca afetou ninguem (isso enquanto acontecia na moita, por baixo dos panos): a presença de gays nos eventos tradicionalistas.


Dizem que anda circulando pela internet um manifesto de um desses tios gauchões-mucho-mucho-macho-men, criticando a "influência gay" nos CTGs.

Influência gay? o.O


Fiquei pensando no que poderia consistir essa tal influência... será que eles temem que a presença de homossexuais pode mudar de alguma forma a convicção da condição sexual dos demais?

Pra tentar entender do que se tratava realmente, fui atrás do tal artigo (que vcs podem ler na íntegra clicando aqui), e quero destacar um trecho em especial:

"Os programas televisivos e principalmente as novelas, nos bombardeiam com histórias com homossexuais diariamente, querem nos fazer acreditar que isto de homem acasalar com homem, e mulher com mulher é normal e natural. Não acho que seja! Homem acasala com mulher e mulher acasala com homem! Da mesma maneira que cavalo cobre égua e não cavalo, e égua não cobre égua. Égua é coberta pelo cavalo! Isto sim, é natural!" (Ademir Canabarro - um missioneiro).


Tenho duas respostas pra dar a esse senhor, e gostaria que vcs me ajudassem a decidir qual a mais adequada. Vamos lá?


Opção 1: Resposta educadinha


Não posso dizer que fico boquiaberta com o sua visão arcaica sobre essas questões.

Na verdade isso já era de se esperar, vindo da conhecida vertente provinciana da qual emana, infelizmente, a maior parte da gauchada tradicionalista, que em nome da cultura e da tradição se acham no direito de julgar alguém como anormal.

São do tipo que acha normal e natural comparar o amor entre dois seres humanos com o acasalamento de animais.

Depois de ler uma coisa dessas, me privo de analisar o resto do texto. É desnecessário e inútil.

Somente deixo aqui a minha indignação por ver a tradição gaúcha, da qual me orgulho tanto(??) ser usada como desculpa esfarrapada para camuflar o preconceito.


E pelo jeito, agora vou ter que deixar de usar minha bombacha, pra não profanar a chama crioula?

Será que ainda posso tomar meu chimarrão, ou corro o risco de macular a sagrada trindade bomba-cuia-erva com minha boca pecadora?

Devo esquecer tudo o que aprendi sobre cultura e tradição gaúcha nesses meus quase 24 anos de vida, porque o MTG teme que eu possa "descaracterizar" o movimento?

Será que a preocupação desses bigodudos é mesmo manter acesa a chama da tradição? Pra fazer isso é mesmo necessário pregar o preconceito, como eles vêm fazendo? Se for esse o preço, realmente pra mim não vale a pena.



Opção 2: Baixando o nível



Olha aqui seu Ademir-Canabarro-um-missioneiro, quem lhe concedeu o direito de ditar o que é certo e o que é errado?

Com certeza não foi o fato de ser um "índio macho falquejado na campanha", barranqueador de potranca que acha pras coisas serem normais, elas tem que ser do seu jeito (tipo a égua da sua mãe acasalar com o jumento do seu pai e parir uma mula como vc ¬¬).


O fato de o sr. ficar "assustado com o avanço do homossexualismo" - ps: o sr deve estar se referindo a homossexualidade, não é? bom, seria querer demais esperar um português correto de alguém com idéias tortas - me faz pensar que seu motivo é um só: falta de confiança na sua própria heterossexualidade. Sabe aquele lance de auto afirmação? Pois é, bem por ai.

Com esse tipo de atitude, depois ainda querem reclamar quando ouvem piadinhas do resto do país chamando gaúcho de viado. Com certeza não é rechaçando homossexuais que vão mudar a visão que todos tem dos machões gaudérios.






11 comentários:

Alice disse...

Comparar seres humanos a éguas e cavalos é realmente o fim da picada! E resumir uma relação entre duas pessoas a "acasalar" é de uma pobreza de espírito sem fim!

Lelê Maria disse...

santa trindade bomba-cuia e erva foi MARA.



eu voto ainda pela primeira opção.
Desço o pau mas não saiu do salto.

Gente mais mal amada, tem que deixarem a alegria felicidade dos gaúchos gays desses pampas alumiarem o coraçãozinho de vcs

Inominável Ser disse...

Esse preconceito estúpido não termina nunca... Nem li o texto inteiro, a parte que tu destacastes do mesmo já diz tudo acerca do "conteúdo" nele presente. O pior de tudo é que há pelo Brasil inteiro pessoas como esse senhor, um preconceituoso irracional que se parasse para refletir no que diz teria até vergonha.

Isa disse...

Prefiro a resposta mal educada!

Marcia Paula disse...

Gostei da duas respostas.Esses argumentos recorrendo à natureza não são nada inteligentes.Além da prática homossexual ser registrada em mais de 500 espécies diferentes,o "natural" na "natureza" é o sexo grupal,a poligamia e o incesto.Já escrevi sobre isso uma vez: cada um usa a natureza como lhe convém,mas daí a dizer que a homossexualidade não é natural é muita ignorância.Também não podemos ser reduzidos a seres puramente biológicos.Beijos.

Anônimo disse...

Adorei as duas respostas, mas a primeira é capaz dele nao entender devido sua ampla sabedoria;

Passei a noite assistindo reportagens sobre isso nas emissoras locias aki do Sul ontem, o indignação a minha, cada comentario preconceituoso pior que o outro...vontade de chutar a TV..mas ela nao tem culpa...tadinha..

Bj

fazendo manha disse...

Oi tem presente pra vcs lá no meu blog :)
vá lá buscar:)
suave seja!!
bjos...no coração
.
.
Sandrinha

fazendo manha disse...

oi tem presente pra vcs em meu blog
vai lá buscar ok
é um selo INMETRO PARA LÉSBICAS
espero que goste
suave seja!!
beijos no coração
.
.
Sandrinha

Σαπφώ disse...

A resposta "baixando o nível está ótima", mas acho a "educadinha" mais adequada.
É um absurdo que alguns dos nossos conterrâneos considerem mais normal a zoofilia do que a homossexualidade, que sempre existiu, entre humanos e entre os animais.
Essa comparação de "cavalo cobre égua" foi ridícula, o cúmulo da falta de argumentos sólidos.

VIDA DE FÊNIX disse...

A Resposta mal educada é tudo... hehehe confesso que ri muito embora o assunto seja sério... acho que devemos agir conforme a circunstância nos pede e nesse caso... a má educação com certeza é solicitada...

Patrícia Franco disse...

adorei a segunda resposta..principalmente o segundo parágrafo...argumentos tão idiotas q. merecia mesmo é uma respota ao seu nível..rsrsrs